Lapig oferece cursos na área de geotecnologia

Um dos destaques é o curso de operação de drones; capacitação é aberta a toda a comunidade

Estão abertas as inscrições para os cursos oferecidos pelo Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig) do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais (Iesa) da UFG. O programa Geocursos disponibiliza diversas modalidades que atendem às demandas de formação na área de geotecnologias. As aulas serão ministradas entre julho de 2016 e janeiro de 2017 no Lapig, com o objetivo de capacitar interessados na formação profissional e atualização em geoprocessamento.

Os cursos são abertos a toda a comunidade e as inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.lapig.iesa.ufg.br, onde também estão disponíveis as capacitações oferecidas, carga horária, conteúdo programático e valor. Um dos destaques é o curso “Drones: legislação, modelos e aplicações”, oferecido devido ao crescente uso desta tecnologia em diversas áreas como fotografia e filmagem profissional, monitoramentos, mapeamentos geográficos de áreas urbanas e rurais e até mesmo pelas autoridades de saúde no combate à dengue. A formação também busca atender à formação de profissionais que planejam abrir empresas de prestação de serviços utilizando os drones.

Os cursos ofertados foram divididos em curta e média duração. Os cursos Básicos, de 16 horas, serão realizados em uma sexta-feira, das 14h às 22h, e finalizados no sábado com aulas entre 8h e 17h. Já os cursos Avançados serão de 40 horas. Neste módulo as aulas serão realizadas em duas sextas-feiras, das 14h às 22h, com o restante da carga horária ministrada em dois sábados entre 8h e 17h, além de atividades em um terceiro encontro também no sábado, para as atividades em plataforma de ensino. Há também a modalidade Geotecnologias Aplicadas ao Ensino, cujo público-alvo são professores e instrutores.

Formação diferenciada
Os Geocursos foram criados em 2008 com o objetivo de aplicar a excelência da academia às demandas da sociedade e proporcionar para os públicos estratégicos uma formação diferenciada. O programa busca a formação de recursos humanos em geotecnologias. Entre os públicos estratégicos para os Geocursos estão a comunidade acadêmica, órgãos de autarquias públicas e empresas da iniciativa privada que atuam na área de geoprocessamento.

 

Texto: Renato Rodrigues
Fonte: Ascom UFG