Lapig e Embrapa realizam parceria em pesquisa de campo sobre pastagem

O Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig) da Universidade Federal de Goiás (UFG), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) realizou dois campos de pesquisa em nove estados brasileiros para coletar dados de pastagem.

O objetivo de ambos os campos foi qualificar a forragem e validar a análise de acurácia dos algoritmos das imagens de satélite já mapeadas pelo Lapig. Para isso, as localidades foram escolhidas a partir da compilação da área de pastagem, existência de bovinos e situação da degradação de pastagem.

O primeiro campo foi realizado entre os dias 3 e 19 de maio percorrendo 4.717 km e, abrangendo os territórios dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais com a parceria da Embrapa Meio Ambiente.  Neste primeiro campo a equipe foi composta, da parte do Lapig, pelo doutorando Sérgio Nogueira e os analistas da Embrapa Tadeu Lana e Sandro Marschhausen.

Já o segundo campo realizado entre os dias 14 e 22 de agosto cobriu 3.650 km entre o Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A equipe foi composta pelos pesquisadores da Embrapa Cerrados, Edim Vieira e Heleno Bezerra e, pelos doutorandos do Lapig, Sérgio Nogueira e Claudinei dos Santos.

Em ambos os campos foram identificados usos e cobertura do solo e diferentes indicativos de qualidade da pastagem, tais como: exposição de solo, presença de plantas invasoras, presença de cupins, diferentes níveis de homogeneidade e altura. No primeiro campo também houve a medição do teor de clorofila e coleta de solo para posterior análise do estoque de carbono no solo.

Resultados:

Nos dois campos realizados foram coletados pontos para a calibração e validação do mapeamento de pastagem do Lapig, obtendo taxa de acurácia em 90%.

As informações coletadas também foram incluídas no banco de dados criado pela Embrapa que resultará no aplicativo mobile de georreferenciamento, temporariamente, disponibilizado restritamente para a Embrapa e parceiros da Rede Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), mas futuramente será expandido para livre acesso.

O Lapig é reconhecido internacionalmente pelo mapeamento por meio de imagens de satélite, destacando-se a ferramenta Mapa Interativo, plataforma com padrões de interoperabilidade e softwares livres que aglomera mais de 8 mil camadas de dados georreferenciadas de diversas entidades brasileiras. Quer saber mais? Acesse: <www.lapig.iesa.ufg.br>.

 

 

Texto: Joyce Rosa

Imagem: Sérgio Nogueira

Fonte: Comunicação Institucional Lapig