Lapig e Inpe realizam atividade de campo no âmbito do Projeto FIP Cerrado

O Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig) da Universidade Federal de Goiás (UFG), em parceria com o Instituto de Pesquisas Espacias (Inpe) realizaram entre os dias 12 e 19 de julho um trabalho de campo nos Estados do Maranhão e Piauí, percorrendo 2.181 km com uma equipe de seis pessoas. A atividade ocorreu no âmbito do projeto Investment Forest Program (FIP) Cerrado, financiado pelo Banco Mundial, e teve como objetivo visitar áreas detectadas pelos PRODES para a respectiva validação do sistema.

Além do dado de antropização (ação do ser humano sobre o meio ambiente) buscou-se também a caracterização do polígono (como o uso consolidado/não consolidado, fitofisionomias vizinhas, entre outras características) e a sua contextualização na paisagem, bem como foram coletados pontos para auxiliar na elaboração do mapa de fitofisionomias do Cerrado. Para a coleta dos dados da atividade, o Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) foi utilizado para caracterizar a área como um todo, abrangendo polígonos com difícil acesso. 

 

Equipe do Lapig e do Inpe durante o trabalho de campo nos Estados do Maranhão e Piauí

 

 

Texto: Mariana Gomes

Imagens: Divulgação Lapig

Fonte: Comunicação Institucional Lapig